sexta-feira, 30 de junho de 2017

Arqueololgia Cedro do Libano



Cedrus libani, conhecido pelas designações vernáculas de cedro-do-líbano é uma árvore conífera, majestosa, nativa das montanhas da região mediterrânica, no Líbano, Síria Ocidental, Turquia centro-meridional e Chipre. Algumas variedades consideradas como espécies distintas por alguns autores ocorrem a sudoeste da Turquia e nas montanhas do norte de Marrocos e da Argélia, no noroeste africano. São elas:

· Cedrus libani var. libani (cedro-do-líbano propriamente dito): Líbano, Síria ocidental e Turquia centro-meridional.
· Cedrus libani var. stenocoma (Cedro-da-Turquia): sudoeste da Turquia;
· Cedrus libani var. brevifolia (Cedro-do-chipre): Chipre
· Cedrus libani var. atlantica (Cedro-do-atlas: Cedrus atlantica): Atlas e Rife (Marrocos e Argélia). 

O uso precoce do Cedro do Líbano]

O cedro do Líbano (Cedrus libani ) foi valorizado em todo o antigo Médio Oriente. A Pedra de Palermo tem indicações sobre o cedro como tendo sido importado para o Egito no reinado da 4 ª dinastia do rei Sneferu, 2613-2589 aC. Um dos seus principais usos era para a construção de barcos. O conto egípcio de Wen- Amun, do século 11 aC, relata as viagens de um funcionário egípcio a Byblos para negociar madeira de cedro. Uma das primeiras referências ao cedro na Mesopotâmia vem desde o reinado de Sargão de Akkad, 2334-2279 aC.

O Significado Bíblico

Comumente referido nas Escrituras como os cedros do Líbano, esta, madeira durável e aromática era altamente desejável para a construção na Idade do Ferro em Israel. David usou esta madeira para construir o seu palácio (2 Sam 5:11; 1 Crónicas. 17:1), e Salomão usou esta preciosa madeira na construção do templo e um palácio para si mesmo (2 Cr 2:3-8). Salomão desejava que os sicómoros se transformassem em cedros (contado nas lendas judaicas), o sicómoro é uma espécie de figueira e esta madeira não é boa para a construção. (2 Crónicas 1:15). O segundo templo também foi construído a partir de cedros (Esdras 3:7).

Cedro do Líbano – Reserva de Cedros

Ao longo dos séculos, as florestas de cedro do Líbano foram dizimadas. O governo do Líbano tem tomado medidas para repor as florestas e estabeleceu reservas de cedro. A Reserva Cedros do Este foi criada em 1996 e é a maior das reservas naturais do Líbano. A reserva é composta de florestas de carvalho e de zimbro, bem como as três florestas de cedro : Barouk , Maasser Al- Shouf , Ain Zhalta - Bmohary . As florestas de cedro do Esh - Shouf Cedar Reserve compõem cerca de 25 por cento de todos os cedros restantes no Líbano.

Estas bonitas árvores verdes e gigantes crescem em regiões montanhosas, em altitudes de 1.000-2.000 m. Elas podem ser encontradas no Líbano, centro-sul da Turquia e Chipre. Produzem cones que crescem em cima do galho. As árvores podem atingir uma altura de 30 m e o tronco pode chegar 2 metros de diâmetro. Em comparação com as árvores de Israel, o cedro é de fato uma grande árvore, e é muito elogiada nas Escrituras.Fonte: Segredos da Arqueologia Bíblica.
fonte www.biblicaarqueologia.blogspot.com




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

INICIO DO BLOG DIVERSOS ARTIGOS

                                                                 Arqueologia descobertas comprovam a biblia Arqueologia as mina...