sexta-feira, 30 de junho de 2017

Destruição da Cidade de Jericó - Arqueologia Biblica



Jericó (em árabe: أريحا, transl. Ārīḥā; em hebraico: יְרִיחוֹ, transl. Yəriḥo) é uma antiga cidade bيblica da Palestina, situada às margens do rio Jordمo, encrustada na parte inferior da costa que conduz à serra de Judل, a uns 8 quilَmetros da costa setentrional da parte seca do Mar Morto (a quase 240 m abaixo do nيvel do Mar Mediterrâneo) e aproximadamente a 27 km de Jerusalém. Foi uma importante cidade no vale do Jordمo (Dt. 34:1, 3), na costa ocidental do rio Jordمo.

A " Cidade das Palmeiras " estende-se do lado oeste do rio Jordمo a 825 metros abaixo do nيvel do mar.

O lugar no Antigo Testamento era conhecido como Tell es -Sultan e foi destruيda por Josué. Nos dias de Jesus havia uma nova cidade construيda na encosta de um barranco pelos governantes Hasmoneus e Herodes, o Grande .



Tell es-Sultan

Depois de Jerusalém, Jericَ é o lugar mais escavado em termos arqueolَgicos em Israel. Charles Warren, em 1868, afundou vلrios eixos, mas concluiu que nمo havia nada a ser encontrado (ele nمo chegou à torre principal por um metro!). Os alemمes Sellin e Watzinger escavaram de 1907-1913, 1930-1936 Garstang e Kenyon 1952-1958. Uma equipa italiana e palestinianos escavaram durante vلrios anos, no inيcio de 1997.
Descoberta e escavada por Kathleen Kenyon. A torre de diâmetro 8,5m, por 8m de altura estava ligada ao lado interior por uma parede da espessura de 4m .

Com base nesta descoberta, os arqueَlogos afirmam que Jericَ é a " cidade mais antiga do mundo. " Claramente, tal construçمo monumental reflete a organizaçمo social e autoridade central.
O Dr Wood mostra a base do muro e também o desmoronamento.A base de pedras retiveram uma parte do muro, esta descoberta foi feita por arqueَlogo italianos. Trabalharam o sul de Jericَ em 1997. Tal como se encontra em Josué 6, os irsraelistas marcharam à volta do muro e foi sem violência que o muro caيu.

Das escavaçُes de Sellin e Watzinger, os arqueَlogos reconheceram a existência de uma parede bem revestida que equilibrou a inclinaçمo dos restos do muro que foram encontrados.

O revestimento desta parede era composto por grandes pedras ciclَpicas foram apoiadas por um revestimento de tijolos em argila. 



O Revestimento da parte Sul da parede de Jericَ

Sellin e Watzinger e depois Kenyon encontraram os restos de um muro de tijolos desmoronado na base do revestimento da parede de pedra.

Bryant Wood aponta para a base do muro de tijolos. Todos concordam que o muro caiu, mas diferem na data. As conclusُes de Wood sمo as que apresentam a maior credibilidade e ele aponta a destruiçمo da parede, para o tempo de Josué (1400 aC).

Celeiros de Grمos.



Tanto Garstang como Kenyon encontraram dezenas de celeiros cheios de grمos da ْltima cidade cananeia de Jericَ. A conclusمo َbvia: eles estavam no tempo da colheita, quando a cidade foi queimada (nمo saqueada) por Josué. Como tal, o registo arqueolَgico encaixa precisamente o registo bيblico neste momento.



Sicَmoro em Jericَ

 E, TENDO Jesus entrado em Jericَ, ia passando.

E eis que havia ali um homem chamado Zaqueu; e era este um chefe dos publicanos, e era rico.

E procurava ver quem era Jesus, e nمo podia, por causa da multidمo, pois era de pequena estatura.
E, correndo adiante, subiu a um sicômoro para o ver; porque havia de passar por ali."(Lucas 19:1-4 , Net Bيblia ) .fonte a biblia e a ciencia
fonte www.biblicaarqueologia.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

INICIO DO BLOG DIVERSOS ARTIGOS

                                                                 Arqueologia descobertas comprovam a biblia Arqueologia as mina...